Curso de Bombeiro Civil reconhecido pelo MEC

Certamente você já deve ter se perguntado se o curso de bombeiro civil precisa ser reconhecido pelo MEC. Inclusive essa é uma dúvida válida, pois existem muitas escolas fraudulentas por aí.

Por isso, nesse artigo vamos falar tudo o que você precisa saber sobre certificações e quais os pontos que você precisa analisar na hora de encontrar uma instituição de ensino. Quer estar preparado para evitar ciladas? Continue lendo.

Curso de bombeiro civil reconhecido pelo MEC existe?

O MEC (Ministério da Educação) é um órgão do governo federal responsável por concretizar as leis direcionadas a educação e controlar a qualidade do ensino no país.

No entanto, o foco do MEC está, em geral, voltado para as formações que não possuem leis de controle próprias:

  • Ensino Técnico;
  • Ensino Superior.

Sendo assim, o curso de bombeiro civil não se inclui nessa certificação. Isso porque ele se encontra em uma modalidade de ensino profissionalizante o chamado “Cursos Livres”. Por isso, curso de bombeiro civil não é reconhecido pelo MEC.

Principais certificações do curso de bombeiro civil

Desde 2009, a profissão de bombeiro civil já é regulamentada pela  LEI Nº 11.901. Portanto, também já conta com uma série de leis e normas que regem a formação desses profissionais. Por isso esteja atento a elas quando for buscar um curso de bombeiro civil.

Então as normas que regem os cursos de bombeiros civis estão todas na ABNT NBR 14608. Além disso, é possível pesquisar direto no site do Corpo de Bombeiro Civil de SP se a escola de interesse é credenciada por eles ou não.

O que um curso de bombeiro civil regulamentado precisa ter?

Mas para te ajudar trouxe ainda mais coisas para você verificar na hora de escolher um centro de formação.

Então a primeira coisa que você precisa notar é a grade de horas. Isso porque a lei regulamentadora exige que o curso de bombeiro civil tenha no mínimo 210h de duração. Além disso, nenhum curso que segue as normas aceita alunos menores de 18 anos e/ou que não tenha completado pelo menos o Ensino Fundamental I.

Outro ponto para analisar é as matérias que você vai aprender. De acordo com as leis que regem a formação, a escola precisa ter as seguintes disciplinas dentro do curso:

  1. Prevenção e combate a incêndio;
  2. Manuseio de equipamentos de combate a incêndio e auxiliares;
  3. Atividades operacionais de bombeiro profissional civil;
  4. Manuseio de Equipamento de Proteção Individual (EPI) e Equipamento de Proteção Respiratória (EPR);
  5. Salvamento terrestre;
  6. Manipulação de produtos perigosos;
  7. Primeiros socorros;
  8. Fundamentos da análise de riscos.

Inclusive, o curso precisa ser composto de aulas práticas. Ou seja, não é possível fazer a formação inteira de forma EAD, pois exige que você aprenda certas matérias de forma prática. Além de situações experimentais para o aluno aprender a agir em determinadas situações.

Conclusão

Então em resumo:

  • O curso de bombeiro civil não precisa ser reconhecido pelo MEC;
  • Existe sim uma lei que dita como o curso deve ser;
  • Analise se o curso cumpre com os requisitos mínimos;
  • Se houver dúvida pesquise no site do Corpo de Bombeiro centros credenciados (válidos só para o estado de SP).

Por fim, espero que esse artigo tenha ajudado você a ficar informado e escolher o curso com sabedoria. Mas antes de nos despedirmos compartilha esse artigo com seu amigo que também não sabia dessa informação. Até breve e boa sorte!

Saiba mais: https://spatconsult.com.br/curso-bombeiro-civil/

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima